Buscar

Agentes de educação infantil buscam redução da jornada de trabalho

Atualizado: Fev 21

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região promoveu uma reunião entre as agentes de educação infantil que atuam nas oito EMEIs do município e o prefeito Flávio Prandi Franco. O encontro aconteceu na sede da Associação dos Funcionários Públicos do Município de Jales na noite de quarta-feira, 19 de fevereiro. As servidoras reivindicavam redução da carga horária diária de oito para seis horas.

Elas reclamaram das condições de trabalho e carga horária extensa e contaram que fizeram um levantamento sobre o número de funcionárias que seria necessário para cobrir as horas que deixarão de cumprir. Porém, segundo elas,as gestoras educacionais do município discordaram desse levantamento e apresentaram números muito superiores.

Na EMEI Vera Lúcia Oliveira Vilela, por exemplo, as árvores foram retiradas e não é possível levar as crianças para passear do lado de fora do prédio porque não tem sombra. As salas não têm ar condicionado e em algumas, nem o ventilador funciona.

Na EMEI Gema Prandi Rosa, a capacidade de atendimento é de 150 crianças,mas são atendidas 180. Atualmente há 18 funcionários e elas levantaram que seriam necessárias mais sete, caso a jornada fosse reduzida. Entretanto, no dia seguinte a vice-diretora disse que era para pedir 23 funcionárias novas,mais que o número total da unidade.

O presidente do Sindicato, José Luís Francisco, disse que pretende pedir a colocação de placas informando a capacidade de crianças de cada unidade para frisar a proporção de funcionários necessários para atender a todas as crianças nela matriculadas.

Depois de ouvir os relatos, o prefeito Flá sugeriu que a carga horária caísse de oito para sete horas diárias e não para seis, como as servidoras reivindicavam. A redução seria um teste prático, que serviria de base para a redução final para 6 horas.

José Luís pediu que o prefeito oferecesse um prazo, lembrando que as servidoras precisavam de segurança na proposta.

Diante da resistência do prefeito, que alegou precisar avaliar os resultados do teste, José Luís sugeriu que fosse feito o contrário: um teste de 30 dias com seis horas diárias.

As servidoras aprovaram e Flá disse que vai levar a proposta aos gestores e vai pedir um levantamento atualizado sobre o número de estudantes e funcionários necessários para executarem a jornada reduzida.

Ficou definido, então, que uma nova reunião será realizada na semana que vem. Participarão da discussão as vice-diretoras e uma assistente de cada um das oito EMEIs, o presidente do Sindicato e a sua assessoria jurídica, o prefeito e as gestoras educacionais do município.

305 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

ENDEREÇO

Rua Dezessete, 2171 - Centro, Jales - SP,

CEP 15700-042

Telefone: (17) 3632-1315