Buscar

Sindicato explica posição sobre reforma administrativa na prefeitura de Rubineia


O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região, José Luís Francisco, deu uma detalhada palestra sobre como a proposta de reforma administrativa da Prefeitura de Rubineia vai afetar o funcionalismo daquele município.

Diante de vereadores, do prefeito Osvaldo Lugato Filho, e do vice, Pastor Celso, o presidente explicou que, em relação aos servidores, a reforma é positiva, especialmente em relação à reposição linear de R$140,00 para todo o funcionalismo. Cerca de 70% terão 15% de reposição e outros chegarão a quase 19% em alguns casos.

José Luís disse, porém, que é preciso atenção a algumas questões, especialmente a implantação do Regime Especial de Trabalho – RET; adequação de tetos para recebimento do vale-alimentação, funções que cumprem mais de 60 horas-extras.

Nesse caso, ele orientou os sindicalizados dessas funções a procurarem a sede da entidade para conferir a situação individual de cada um.

O presidente ressalvou que a administração e os vereadores precisam dialogar para definir questões, como a criação de cargos e desmerecendo de secretarias. "O que diz respeito aos servidores, a reforma está ok. Mas eu não tenho nada a ver com criação de cargos. Isso não é problema do Sindicato. Prefeito e Câmara é que tem que definir e dar satisfação aos servidores".

O prefeito Osvaldo Lugato Filho elogiou a atuação do Sindicato e garantiu que o período de perseguição a servidores acabou.

Ele parabenizou o empenho dos servidores que se desdobram para atender a população mesmo em número insuficiente.

Prefeitura e câmara devem definir a data da votação da proposta.

Também estavam presentes o presidente da Extensão de Base de Rubineia, Roberto Quiozini, e a assessoria jurídica do Sindicato.




134 visualizações