Buscar

Reajuste do funcionalismo jalesense será de 15% mais R$ 100 na cesta básica



Os vereadores de Jales aprovaram na manhã de hoje (segunda, 17 de janeiro) os dois projetos que tratavam do reajuste salarial do funcionalismo municipal, inclusive dos servidores da Câmara, os aposentados e pensionistas.


Os servidores ativos da Prefeitura vão receber reajuste de 15% incidentes sobre o salário de dezembro, com efeito retroativo a 1º de janeiro. O índice se aplica aos servidores ativos e inativos, inclusive aos pensionistas. O valor da Cesta Básica de Alimentos passa a ser de R$ 500,00, com efeito retroativo também a 1º de janeiro para todos os servidores c empregados públicos municipais que a ela já têm direito. O mesmo valor passará a valer para os servidores públicos aposentados e pensionistas cujo benefício não ultrapasse R$ 3.266.00 em janeiro de 2022. O valor da Cesta Básica de Alimentos não se incorpora aos respectivos vencimentos. salários, proventos de aposentadoriae pensão para qualquer efeito legal.


Da esquerda para a direita, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, José Luis Francisco, o prefeito Luis Henrique, e o presidente da Câmara de Jales, Bismark Kwakino

“Destaco que o reajuste aqui proposto busca valorizar todos os servidores e empregados públicos ocupantes de cargos c empregos públicos municipais. inclusive aos aposentados e pensionistas, uma vez que estamos atravessando um período com alta inflação”, disse o prefeito Luis Henrique na mensagem aos vereadores.


Ao jornal A Tribuna, LH disse que os índices foram acordados entre a prefeitura, os vereadores e o Sindicato em reunião realizada na Associação dos Funcionáros Públicos Municipais em maio do ano passado. Na ocasião, as partes concordaram que a reposição abrangeria os índices inflacionários de 2021 e 2021 (14,52% no total) mais R$ 100 na cesta básica.

O presidente do Sindicato ressaltou que o prefeito não só cumpriu na íntegra os termos do acordo como estendeu o benefício à cesta basica dos aposentados e pensionsitas que receberam até R$ 3.266.00.


O Termo de Compromisso assinado pelo prefeito, sindicato e vereadores foi cumprido na íntegra pelo Poder Executivo


Junto com o projeto enviado pelo município, está o impacto financeiro causado pelo reajuste. O cálculo é assinado pelo contador da Prefeitura de Jales, Alexande Furlani.


Segundo ele, a Folha de Pagamento dos servidores municipais em dezembro foi de R$4.662.266, sendo que 15% desse valor é igual a R$ 699.340. Portanto, em janeiro, a folha será de R$5.361.606, alcanando R$ 71.314.078 em todo o exercício de 2022.


O contador levou em consideração a Folha de Pagamento de dezembro, e deduziu os valores refentes ao 13º salário e 1/3 de férias. Para a Folha do Secretariado não foi calculado reajuste.


CÂMARA MUNICIPAL


A Mesa Diretora da Câmara seguiu na mesma linha e apresentou um projeto de lei nesse sentido. O reajuste também será de 15% aos servidores do quadro de pessoal da Câmara Municipal de Jales, ativos e inativos, incidente sobre os valores vigentes de vencimentos até 31 de dezembro de 2021. A Cesta Básica de Alimentos, com efeito retroativo a 1º de janeiro de 2022, passa a ser de R$ 500,00 para todos os servidores do quadro de pessoal da Câmara Municipal de Jales.

Com o reajuste, os cargos comissionados do Poder Legislativo, passam a receber R$ 7.860,05 (Assessor Parlamentar) e R$ 3.136,34 (Assessor Geral do Legislativo).

391 visualizações